21 de maio de 2022

boliche.com.br

O mais completo desde abril de 1998

OS CAMPEÕES BRASILEIROS 2021

7 min read

O Campeonato Brasileiro Individual de Boliche em sua 36.ª edição aconteceu em Brasília de 9 a 12 de outubro, nas pistas do Striker Boliche do Shopping Pier 21.

John O´Donnell Junior (RJ) do Clube Fluminense foi o Campeão Brasileiro Individual 2021 da 1.ª divisão masculina pela primeira vez na sua carreira.

Clique aqui e conheça os campeões e as campeãs individuais da 1.ª divisão nos anos anteriores.

Thais Miyuki (DF) foi a Campeã Brasileira Individual 2021 da divisão feminina também pela primeira vez na carreira, confirmando sua evolução no esporte na última década.

Rogério Mattos (RJ) foi o Campeão Brasileiro Individual 2021 da 2.ª divisão masculina pela primeira vez em sua carreira, confirmando um ano de campeões brasileiros inéditos.

Clique aqui e conheça os campeões e as campeãs individuais da 2.ª divisão nos anos anteriores.

Clique aqui para ver os resultados completos no site da Confederação Boliche Brasil, realizadora do evento.

O condicionamento oficial das pistas foi o Los Angeles 38′, selecionado do banco de condicionamentos curtos da World Bowling.

Fotos: colaboração de Sarah Guterman (DF), Heloisa Queiroz (DF) e Tereza Belmonte (MT).

FINAIS (melhor-de-três)

QUARTAS-DE-FINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 1: Júlio Mattos (RJ) ganhou de Celso Azevedo (SP) por 2 a 0 (234x148 e 214x179)
Desafio 2: Felipe Ventura (MT) ganhou de Marcos Nemerski (SC) por 2 a 0 (183x141 e 219x206)
Desafio 3: Renato Ávila (MT) ganhou de Nilson Diniz (SP) por 2 a 0 (184x137 e 197x151)
Desafio 4: John O´Donnell Junior (RJ) ganhou de Thiago Wandscher (MT) por 2 a 0 (258x208 e 224x171)

SEMIFINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 5: Renato Ávila (MT) ganhou de Felipe Ventura (MT) por 2 a 1 (178x124 e 140x201 e 192x155)
Desafio 6: John O´Donnell Junior (RJ) ganhou de Júlio Mattos (RJ) por 2 a 0 (201x178 e 222x149)

FINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

John O´Donnell Junior (RJ) ganhou de Renato Ávila (MT) por 2 a 0 (196x190 e 201x191) e sagrou-se Campeão Brasileiro pela primeira vez em sua carreira.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

OURO: JOHN O´DONNELL JUNIOR (RJ)
PRATA: RENATO ÁVILA (MT)
BRONZE: FELIPE VENTURA (MT) e JÚLIO MATTOS (RJ)

(e-d) Renato Ávila (PRATA), John O´Donnell Junior (OURO), Felipe Ventura (BRONZE), Júlio Mattos (BRONZE) – 1.ª DIVISÃO MASCULINA

QUARTAS-DE-FINAL DA 1.ª DIVISÃO FEMININA

Desafio 1: Thais Miyuki (DF) ganhou de Lúcia Vieira (RJ) por 2 a 0 (178x129 e 161x134)
Desafio 2: Stephanie Martins (SP) ganhou de Dayse Silva (PA) por 2 a 1 (225x141 e 172x181 e 231x185)
Desafio 3: Ester Diniz (SP) ganhou de Léa Badaró (RJ) por 2 a 0 (194x154 e 205x156)
Desafio 4: Pollyana Arantes (DF) gahou de Titila Alvarez (DF) por 2 a 0 (160x156 e 158x123)

SEMIFINAL DA DIVISÃO 1.ª FEMININA

Desafio 5: Thais Miyuki (DF) ganhou de Pollyana Arantes (DF) por 2 a 0 (177x158 e 202x131)
Desafio 6: Stephanie Martins (SP) ganhou de Ester Diniz (SP) por 2 a 0 (176x146 e 167x133)

FINAL DA 1.ª DIVISÃO FEMININA

Thais Miyuki (DF) ganhou de Stephanie Martins (SP) por 2 a 0 (180x167 e 212x202) sagrando-se Campeã Brasileira pela primeira vez em sua carreira.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA 1.ª DIVISÃO FEMININA

OURO: THAIS MIYUKI (DF)
PRATA: STEPHANIE MARTINS (SP)
BRONZE: POLLYANA ARANTES (DF) e ESTER DINIZ (SP)

(e-d) Stephanie Martins (PRATA), Thais Miyuki (OURO), Ester DIniz (BRONZE), Pollyana Arantes (BRONZE) – 1.ª DIVISÃO FEMININA

QUARTAS-DE-FINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 1: Fábio Menezes (PE) ganhou de Alcindo Marsaro (PR) por 2 a 1 (181x204 e 151x147 e 185x175)
Desafio 2: Wagner Koga (SP) ganhou de Nilson Wada (SP) por 2 a 1 (136x202 e 202x180 e 185x177)
Desafio 3: Rogério Mattos (RJ) ganhou de Paulo Feijó (RJ) por 2 a 0 (206x169 e 178x164)
Desafio 4: Oscar Marin (SC) ganhou de Mário Farias (SP) por 2 a 1 (190x197 e 234x177 e 205x162)

SEMIFINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 5: Rogério Mattos (RJ) ganhou de Wagner Koga (SP) por 2 a 0 (211x152 e 191x169)
Desafio 6: Oscar Marin (SC) ganhou de Fábio Menezes (PE) por 2 a 1 (157x185 e 183x160 e 182x175)

FINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

Rogério Mattos (RJ) ganhou de Oscar Marin (SC) por 2 a 0 (193x180 e 182x173) sagrando-se Campeão Brasileiro pela primeira vez em sua carreira.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

OURO: ROGÉRIO MATTOS (RJ)
PRATA: OSCAR MARIN (SC)
BRONZE: WAGNER KOGA (SP) e FÁBIO MENEZES (PE)

(e-d) Rogério Mattos (OURO) e Oscar Marin (PRATA) – 2.ª DIVISÃO MASCULINA

QUARTAS-DE-FINAL DA 3.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 1: Michel Belmonte (MT) ganhou de Hermindo Gonçalves (DF) por 2 a 0 (153 x 144 e 137 x 135)
Desafio 2: Felipe Arruda (DF) ganhou de Márcio Bandeira (DF) por 2 a 1 (156x188 e 156x0 e 165x0)
Desafio 3: Célio Belmonte (MT) ganhou de Sérgio Martinelli (DF) por 2 a 1 (169x144 e 140x166 e 190x163)
Desafio 4: William Kanegae (SP) ganhou de Nelson Saga (MT) por 2 a 0 (184x175 e 178x140)

SEMIFINAL DA 3.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 5: Felipe Arruda (DF) ganhou de Célio Belmonte (MT) por 2 a 1 (140x179 e 161x155 e 168x136)
Desafio 6: Michel Belmonte (MT) ganhou de William Kanegae (SP) por 2 a 0 (212x175 e 193x153)

FINAL DA 3.ª DIVISÃO MASCULINA

Michel Belmonte (MT) ganhou de Felipe Arruda (DF) por 2 a 0 (224x157 e 180x163) sagrando-se Campeão Brasileiro pela primeira vez em sua carreira.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA 3.ª DIVISÃO MASCULINA

OURO: MICHEL BELMONTE (MT)
PRATA: FELIPE ARRUDA (DF)
BRONZE: CÉLIO BELMONTE (MT) e WILLIAM KANEGAE (SP)

(e-d) Célio Belmonte (BRONZE), Michel Belmonte (OURO), Felipe Arruda (PRATA), William Kanegae (BRONZE) – 3.ª DIVISÃO MASCULINA

DIVISÃO SÊNIOR MASCULINA

Desafio 1: Celso Azevedo (SP) ganhou de Mário Farias (SP) por 197 a 128
Desafio 2: Nilson Wada (SP) ganhou de Paulo Feijó (RJ) por 201 a 163
Desafio 3: Celso Azevedo (SP) ganhou de Nilson Wada (SP) por 213 a 159

OURO: Celso Azevedo (SP)
PRATA: Nilson Wada (SP)
BRONZE: Mário Farias (SP) e Paulo Feijó (RJ)

(e-d) Nilson Wada (PRATA), Celso Azevedo (OURO), Paulo Feijó (BRONZE), Mário Farias (BRONZE) – DIVISÃO SÊNIOR MASCULINA

DIVISÃO JUVENIL FEMININA (SUB21)

Desafio 1: Ester Diniz (SP) ganhou de Thais Miyuki (DF) por 208 a 145

OURO: Ester Diniz (SP)
PRATA: Thais Miyuki (DF)
BRONZE: Júlia Paschoal (SP)

(e-d) Thais Miyuki (PRATA), Ester Diniz (OURO), Júlia Paschoal (BRONZE) – DIVISÃO JUVENIL FEMININA SUB21

DIVISÃO SÊNIOR FEMININA

Desafio 1: Léa Badaró (RJ) ganhou de Dayse Silva (PA) por 187 a 129

OURO: Léa Badarõ (RJ)
PRATA: Dayse Silva (PA)

Léa Badaró (OURO), Dayse Silva (PRATA) – DIVISÃO SÊNIOR FEMININA

DIVISÃO SUPER-SÊNIOR FEMININA

Desafio 1: Titila Alvarez (RJ) ganhou de Lúcia Vieira (RJ) por 201 a 200

OURO: Titila Alvarez (RJ)
PRATA: Lúcia Vieira (RJ)
BRONZE: Tereza Belmonte (MT)

(e-d) Lúcia Vieira (PRATA), Titila Alvarez (OURO), Tereza Belmonte (BRONZE) – DIVISÃO SUPER SÊNIOR FEMININA

Fase Classificatória

# 1.ª Divisão Masculina (UF) – TOTAL – MÉDIA

1. Júlio Mattos (RJ) – 3860 – 214,44
2. Felipe Ventura (MT) – 3810 – 211,67
3. Nilson Diniz (SP) – 3754 – 208,56
4. Thiago Wandscher (MT) – 3661 – 203,39
5. John Junior (RJ) – 3588 – 199,33
6. Renato Ávila (MT) – 3539 – 196,61
7. Marcos Nemerski (SC) – 3471 – 192,83
8. Celso Azevedo (SP) – 3469 – 192,72
——————————————-
9. Marcelo Suartz (SC) – 3456 – 192,00
10. Rogerio Bachi (SC) – 3393 – 188,50
11. Luiz Afonso (DF) – 3358 – 186,56
12. Jair Dartora (SC) – 3348 – 186,00
13. Danilo Rocha (RJ) – 3270 – 181,67
14. Flávio Castellões (MG) – 3268 – 181,56
15. Márcio Paschoal (SP) – 3260 – 181,11
16. Carlos Salgado (BA) – 3234 – 179,67
17. Pedro Diniz (SP) – 3210 – 178,33
Maior Linha (276) de Marcos Nemerski (SC)
Maior Série (1385) de Júlio Mattos (RJ)

# Divisão Feminina (UF) – TOTAL – MÉDIA

1. Thais Miyuki (DF) – 3390 – 188,33
2. Stephanie Martins (SP) – 3322 – 184,56
3. Ester Diniz (SP) – 3295 – 183,06
4. Pollyanna Arantes (DF) – 3214 – 178,56
5. Titila Alvarez (RJ) – 3139 – 174,39
6. Lea Badaró (DF) – 3133 – 174,06
7. Dayse Silva (PA) – 3068 – 170,44
8. Lucia Vieira (RJ) – 2935 – 163,06
——————————————-
9. Maria Eduarda Petersen (RJ) – 2914 – 161,89
10. Júlia Paschoal (SP) – 2826 – 157,00
11. Tereza Belmonte (MT) – 2810 – 156,11
Maior Linha (256) e Maior Série (1285) de Ester Diniz (SP)

# 2.ª Divisão Masculina (UF) – TOTAL – MÉDIA

1. Fábio Menezes (PE) – 3622 – 201,22
2. Nilson Wada (SP) – 3502 – 194,56
3. Paulo Feijó (RJ) – 3490 – 193,89
4. Oscar Marin (SC) – 3455 – 191,94
5. Mario Farias (SP) – 3449 – 191,61
6. Rogério Mattos (RJ) – 3356 – 186,44
7. Wagner Koga (SP) – 3295 – 183,06
8. Alcindo Marsaro (PE) – 3274 – 181,89

——————————————-
9. Cabral Neto (PE) – 3262 – 181,22
10. Nelson Tachibana (PE) – 3200 – 177,78
11. Roland Vetter (BA) – 3198 – 177,67
12. Rafael Ottaiano (SP) – 3178 – 176,56
13. Márcio Vieira (RJ) – 3151 – 175,06
14. Glauco Levy Pacheco (MT) – 3105 – 172,50
15. Carl Roichman (PE) – 3095 – 171,94
16. Lucas Araujo (PR) – 3003 – 166,83
17. Romildo Souza (MT) – 2984 – 165,78
18. Paulo Borracha (DF) – 2645 – 146,94
Maior Linha (257) de Wagner Koga (SP)
Maior Série (1254) de Alcindo Marsaro (PE)

# 3.ª Divisão Masculina (UF) – TOTAL – MÉDIA

1. Michel Belmonte (MT) – 3454 – 191,89
2. Márcio Bandeira (DF) – 3295 – 183,06
3. Célio Belmonte (MT) – 3276 – 182,00
4. Wiliam Kanegae (SP) – 3238 – 179,89
5. Nelson Saga (MT) – 3226 – 179,22
6. Sergio Martinelli (DF) – 3158 – 175,44
7. Felipe Arruda (DF) – 3110 – 172,78
8. Hermindo Gonçalves (DF) – 3103 – 172,39

——————————————-
9. Rogerio Sobradiel (MT) – 3013 – 167,39
10. Wawá Martins (DF) – 2985 – 165,83
11. Eugenio Carvalho (DF) – 2927 – 162,61
12. Bruno Torres (MG) – 2905 – 161,39
13. Roberto Elias (DF) – 2772 – 154,00
Maior Linha (261) e Maior Série (1199) de Michel Belmonte (MT)

O formato das disputas

Cada participante jogou 18 partidas em três dias (9, 10 e 11 de dezembro) na Fase Classificatória para a Fase Masters (8 de dezembro).

Classificaram-se para a Fase Master os 8 melhores de cada divisão.

Nas quartas-de-final da Fase Master no sistema “melhor-de-três”,
o 1.º colocado jogou contra o 8.º colocado (desafio 1),
o 2.º versus o 7.º (desafio 2),
o 3.º versus o 6.º (desafio 3) e
o 4.º versus o 5.º (desafio 4)

Nas Semifinais, o desafio 5 foi entre o vencedor do desafio 1 contra o vencedor do desafio 4 e o desafio 6 foi entre o vencedor do desafio 2 contra o vencedor do desafio 3.

Os perdedores dos desafios 5 e 6 foram premiados com Medalhas de Bronze, e os vencedores disputaram as Medalhas de Ouro e Prata.

Regulamento Oficial

Para conhecer o regulamento oficial clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.