14 de abril de 2021

boliche.com.br

O mais completo desde abril de 1998

OS CAMPEÕES BRASILEIROS 2020

4 min read
campeões brasileiros 2020

(e-d) Márcio Paschoal (SP), Stephanie Martins (SP), Rogério Bachi (SC)

O Campeonato Brasileiro Individual de Boliche em sua 35.ª edição aconteceu em Brasília de 5 a 8 de dezembro, nas pistas do Striker Boliche do Shopping Pier 21.

Rogério Bachi (SC) do Clube Dartora foi o Campeão Brasileiro Individual 2020 da 1.ª divisão masculina pela primeira vez na sua carreira.

Pódio da 1.ª Divisão Masculina: (e-d) Jair Dartora (BRONZE), Rodrigo Marques (BRONZE), Rogério Bachi (OURO), Gianfranco Diéguez (PRATA)

Clique aqui e conheça os campeões e as campeãs individuais da 1.ª divisão nos anos anteriores.

Stephanie Martins (SP) do Esporte Clube Pinheiros foi a Campeã Brasileiro Individual 2020 da divisão feminina pela terceira vez, antes havia conquistado os títulos em 2018 e 2017.

Pódio da Divisão Feminina: (e-d) Lívia Leite (BRONZE), Thais Miyuki (BRONZE), Stephanie Martins (OURO), Léa Castro (PRATA)

Márcio Paschoal (SP) do Esporte Clube Pinheiros foi o Campeão Brasileiro Individual 2020 da 2.ª divisão masculina pela primeira vez em sua carreira.

Pódio da 2.ª Divisão Masculina: (e-d) Renato Ávila (BRONZE), Márcio Paschoal (OURO), Thiago Wandscher (PRATA

Clique aqui e conheça os campeões e as campeãs individuais da 2.ª divisão nos anos anteriores.

Rogério Bachi (SC) – Campeão Brasileiro Individual 2020 – 1.ª divisão
Stephanie Martins (SP) – Campeã Brasileira Individual 2020

O Campeonato Nacional foi organizado e realizado pela Confederação Brasileira de Boliche (Boliche Brasil).

Para conferir os resultados completos online clique aqui.

O condicionamento oficial das pistas foi o Atlanta 38′, selecionado do banco de condicionamentos curtos da World Bowling.

FINAIS (melhor-de-três)

QUARTAS-DE-FINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 1: Rodrigo Marques (SP) ganhou de Glauco Levy Pacheco (MT) por 2 a 0 (202-206 a 154-185)
Desafio 2: Gianfranco Diéguez (SP) ganhou de Danilo Rocha (RJ) por 2 a 0 (206-194 a 149-191)
Desafio 3: Jair Dartora (SC) ganhou de Tom Santos (PE) por 2 a 0 (201-181 a 171 a 159)
Desafio 4: Rogério Bachi (SC) ganhou de Roland Vetter (BA) por 2 a 0 (209-219 a 181-177)

SEMIFINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 5: Rogério Bachi (SC) ganhou de Rodrigo Marques (SP) por 2 a 0 (201-234 a 200-172)
Desafio 6: Gianfranco Diéguez (SP) ganhou de Jair Dartora (SC) por 2 a 0 (178-193 a 173-175)

GRANDE FINAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINA

Rogério Bachi (SC) ganhou de Gianfranco Diégues (SP) por 2 a 1 (191-207-199 a 200-148-165) e sagrou-se Campeão Brasileiro pela primeira vez.

QUARTAS-DE-FINAL DA DIVISÃO FEMININA

Desafio 1: Lívia Leite (BA) ganhou de Júlia Paschoal (SP) por 2 a 1 (129-203-190 a 181-166-160)

SEMIFINAL DA DIVISÃO FEMININA

Desafio 2: Stephanie Martins (SP) ganhou de Lívia Leite (BA) por 2 a 0 (181-245 a 114-146)
Desafio 3: Léa Badaró (RJ) ganhou de Thais Miyuki (DF) por 2 a 1 (211-140-228 a 153-223-139)

GRANDE FINAL DA DIVISÃO FEMININA

Stephanie Martins (SP) ganhou de Léa Badaró (RJ) por 2 a 0 (182-225 a 181-216) sagrando-se Campeã Brasileira pela terceira vez.

QUARTAS-DE-FINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 1: Márcio Paschoal (SP) ganhou Felipe Arruda (DF) por 2 a 1 (168-192-171 a 173-146-146)
Desafio 2: Thiago Wandscher (MT) ganhou de Wawá Martins (DF) por 2 a 0 (184-183 a 154-169)
Desafio 3: Renato Ávila (MT) ganhou de Paulo Borracha (DF) por 2 a 0 (233-181 a 146-146)
Desafio 4: Toninho Meneghini (MS) ganhou de Romildo Souza (MT) por 2 a 1 (200-194-205 a 124-200-194)

SEMIFINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

Desafio 5: Márcio Paschoal (SP) ganhou de Renato Ávila (MT) por 2 a 0 (190-194 a 163-184)
Desafio 6: Thiago Wandscher (MT) ganhou de Toninho Meneghini (MS) por 2 a 0 (169-202 a 123-254)

GRANDE FINAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINA

Márcio Paschoal (SP) ganhou de Thiago Wandscher (MT) por 2 a 0 (174-184 a 172-168) sagrando-se Campeão Brasileiro pela primeira vez.

Fase Classificatória

1.ª DIVISÃO MASCULINA
# – JOGADOR, 18 GAMES, MÉDIA
1 – Rodrigo Marques (SP), 3308, 183,78
2 – Danilo Rocha (RJ) , 3304, 183,56
3 – Jair Dartora (SC), 3255, 180,83
4 – Rogério Bachi (SC), 3189, 177,17
5 – Roland Vetter (BA), 3143, 174,61
6 – Tom Santos (PE), 3127, 173,72
7 – Gianfranco Dieguez (SP), 3090, 171,67
8 – Glauco Levy Pacheco (MT), 3013, 167,39
——————– linha de corte ——————–
9 – João Vitor Dartora (SC), 2996, 166,44
10 – Nelson Marques (MT), 2842, 157,89
11 – Nelson Tachibana (PE), 2787, 154,83
12 – Petrônio Sabino (PE), 2621, 145,61
Maior partida: 252 de Danilo Rocha (RJ)
Maior série: 1149 de Jair Dartora (SC)

DIVISÃO FEMININA
# – JOGADORA, 18 GAMES, MÉDIA
1 – Stephanie Martins (SC), 3536, 196,44
2 – Thais Miyuki (DF), 3267, 181,50
3 – Lea Badaró (RJ), 3131, 173,94
4 – Júlia Paschoal (SP), 2922, 162,33
5 – Lívia Leite (BA), 2821, 156,72
Maior partida: 256 de Thais Miyuki (DF)
Maior série: 1219 de Stephanie Martins (SP)

2.ª DIVISÃO MASCULINA
# – JOGADOR,18 G,MÉDIA
1 – Márcio Paschoal (SP), 3349, 186,06
2 – Thiago Wandscher (MT), 3345, 185,83
3 – Renato Ávila (MT), 3301, 183,39
4 – Romildo Souza (MT), 3162, 175,67
5 – Toninho Meneghini (MS), 3141, 174,50
6 – Paulo Borracha (DF), 3043, 169,06
7 – Wawá Martins (DF), 2997, 166,50
8 – Felipe Arruda (DF), 2994, 166,33

——————– linha de corte ——————–
9 – Gustavo Buzelle(MT), 2880, 160,00
10 – Carl Roichman (PE), 2838, 157,67
11 – Lucas Araujo (PR), 2833, 157,39
Maior partida: 276 de Romildo Souza (MT)
Maior série: 1179 de Renato Ávila (MT)

O formato das disputas

Cada participante jogou 18 partidas em três dias (5, 6 e 6 de dezembro) na Fase Classificatória para a Fase Masters (8 de dezembro).

Classificaram-se para a Fase Master os 8 melhores de cada divisão.

Nas quartas-de-final da Fase Master no sistema “melhor-de-três”,
o 1.º colocado jogou contra o 8.º colocado (desafio 1),
o 2.º versus o 7.º (desafio 2),
o 3.º versus o 6.º (desafio 3) e
o 4.º versus o 5.º (desafio 4)

Nas Semifinais, o desafio 5 foi entre o vencedor do desafio 1 contra o vencedor do desafio 4 e o desafio 6 foi entre o vencedor do desafio 2 contra o vencedor do desafio 3.

Os perdedores dos desafios 5 e 6 foram premiados com Medalhas de Bronze, e os vencedores disputaram as Medalhas de Ouro e Prata.

Regulamento Oficial

Para conhecer o regulamento oficial clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *