18 de maio de 2021

boliche.com.br

O mais completo desde abril de 1998

(BWC2007#3) OS FERAS DA COPA MUNDIAL DE BOLICHE

1 min read

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

Não poderia deixar de citar nesse artigo dos “Feras da Copa Mundial Qubica AMF” o australiano Jason Belmonte, 24 anos, e o inglês Paul Moor, 29 anos.

Ainda mais depois da sensacional final do 2007 World Tenpin Masters (20-22 de abril), disputada numa pista única, cercada por centenas de espectadores do approach até o pin deck (e aqui no Brasil tem quem se incomode com UM jogador a TRÊS ou QUATRO pistas ao lado … tsc tsc), dezenas de câmeras de TV e muita adrenalina …

Bom … melhor que falar deles é mostrar essa incrível final …
(está em três partes, são 30 minutos do mais puro boliche de altíssimo nível)
* O vencedor foi o que somou mais pontos nas duas partidas finais.
Divirtam-se …
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=f-lodT9V_14]
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ZOU5z2MENag]
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=KfGzfIFLP3k]

0 thoughts on “(BWC2007#3) OS FERAS DA COPA MUNDIAL DE BOLICHE

  1. Já descobri porque eu erro tanto ……. eu sempre jogo em um par de pista nunca em uma só e sempre andando pra direita.
    A proposito o que tinha naquela garrafinha?

    Muito bom Bira Parabens !!!

  2. Oi, Bira,
    A par da incrível precisão dos jogadores, notadamente do Jason, cabe registrar a rigorosa preparação da pista, à esquerda e à direita, concedendo condições perfeitas aos dois jogadores, sem qualquer alteração. durante as duas partidas, algo dificílimo de se conseguir. Na verdade, pareciam existir duas rigorosas “vias”, uma à direita e outra à esquerda, para cada um dos jogadores. Na boa, achei um pouco artificial tanta precisão, para quem sabe que óleos e otras mumunhas mais, sofrem com o uso e desgaste. Mas, foi lindo!
    Acrescente-se a forma pouco usual de apoio do Jason, mantendo sua mão esquerda colada à bolas até bem pouco antes do saque. Terei visto demais?
    Um show, acima de tudo!
    abração de coração renovado
    fernandão

  3. Olá Fernandão
    Realmente os caras elevaram ao máximo o nível do boliche como esporte, nessa final. O Jason ajudou a popularizar esse incrível saque com os dois braços ao mesmo tempo (você não viu demais não …rs), lá fora tem os que chamam isso de twin grip … o finlandês Osku Palermaa, Campeão Mundial Qubica AMF do ano passado, em Caracas, tem o mesmo estilo, o qual tive o prazer de acompanhar pessoalmente. É para poucos …
    aBIRAços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *