18 de maio de 2021

boliche.com.br

O mais completo desde abril de 1998

FEDERAÇÕES

1 min read

Os estatutos das Federações Estaduais de Boliche geralmente repetem a mesma coisa:
> Dirigir, difundir, administrar, assessorar, orientar, supervisionar, regulamentar, coordenar e incentivar a prática e o ensino do Boliche;
*** e o que a gente vê? Improviso, falta de planejamento, eventos sem divulgação (até mesmo nos locais de realização) … quanto a prática e o ensino de boliche … seria cômico se não fosse trágico.
> regulamentar, organizar, orientar, fiscalizar, promover, dirigir ou controlar os festivais, torneios, campeonatos, demonstrações, simpósios, cursos, estágios e demais atividades de âmbito estadual;
*** o que mais se vê é o interesse na verba arrecadada … fiscalização? Não existe!
> cumprir e fazer cumprir as leis, estatutos, regulamentos, resoluções, deliberações e demais atos de poderes ou órgãos de hierarquia superior, aplicáveis ao desporto;
*** hummmm …
> expedir avisos, portarias, resoluções, deliberação e instruções de natureza administrativa ou técnica as suas filiadas;
*** os clubes são como maridos traídos … os últimos a saber … e estes, por sua vez, falham na comunicação com os atletas filiados …
> manter e incrementar as relações amistosas e desportivas entre suas filiadas, incentivando o intercâmbio;
*** “amistosas”? E a fogueira das vaidades?
A CBBOL parece não depender (como deveria) das Federações, que parecem não depender (como deveriam) dos Clubes, que parecem não depender (como deveriam) dos atletas, que dependem deles mesmos para “sobreviverem” no esporte.

0 thoughts on “FEDERAÇÕES

  1. Gostaria de expor minha opinião sobre a FPbol.
    Lamentavelmente a FPbol é o CONTINUISMO dos outros presidentes.
    Seu site não é atualizado.
    Os campeonatos continuam no Planet, onde não se acha comida, quando tem é de péssima qualidade, não tem bebidas geladas, seu ar condicionado dizem que vai funcionar, mas no dia NECAS, não existem garcons, quando tem um, eles deixam o que foi pedido no balcão, quem pediu que pergunte para o outro jogador se aquilo é seu ou não, sem contar que quando ligamos a luz de pedido de garçon, eles demoram uns 15 minutos, ficam batendo papo no balcão do bar, olham veêm a luz acesa e só dão risadas.
    Porque não podemos jogar em Guarulhos?
    Temos um atendimento ótimo.
    Sempre que tem campeonato, o técnico do boliche está às ordens para resolver qualquer problema.
    Não conheço o Tiger, pelo que me falaram, é que lá não tem máquina de passar óleo, mas é o caso da FPbol ir negociar e ver aonde poderia pedir emprestado a máquina.
    Sem contar que a FPbol não ficaliza “N A D A”, de cigarros a bebidas.

  2. Concordo com o comentário do Sr. João Valter.
    Fiscalizar e punir as pessoas que fumam durante as partidas, beber não digo nada, porque não o fazem na pista, mas fumaça, ela gira em torno do local de boliche, denegrindo a imagem dos poucos e fiéis expectadores.
    Muitas pessoas não continuam indo ver seus amigos e parentes pelo simples fato de não aguentarem a fumaça.
    Precisamos ser um esporte de que respeita as regras impostas, como horário, local.
    Quanto ao local, nós jogadores não estamos pagando por um serviço, logo este serviço precisa ser feito conforme as melhores condições.
    Fumar em local fechado em São Paulo não é proibido?
    Espero que na segunda fase do Campeonato Paulista de Clubes, possamos ser respeitados e tenhamos condições ambientais melhores.
    Abraços a todos e vamos nos unir em prol do esporte, não apenas brigando mas sim ajudando no crescimento.

  3. João Walter disse,
    26 de Fevereiro de 2007 @ 15h 01m

    Sábado começou o Campeonato Paulista de Clubes.
    E infelizmente foi no Planet.
    Para variar nenhuma novidade no Planet, senão vejamos:
    1- Não tinha ar condicionado e agora vieram com a desculpa que vão mudar o elevador de lugar, na sexta feira havia quebrado e não tinham conseguido arrumar a tempo(acho que fazem mais ou menos uns 4 anos que estão tentando arrumar, se quiser acho que fazem mais ou menos 4 anos que não ligam o ar condicionado, para não gastarem dinheiro, esta opção é a mais lógica).
    2 – Quando um garçon via a luz de chamada(e olha que era raro),fazíamos o pedido e 10 a 15 minutos de espera.
    3 – Os banheiros sujos.
    E ainda tive que ouvir falarem, aonde faríamos o campeonato?
    Opinei sobre o Internacional de Guarulhos.
    Aí escutei, com aqueles pinos velhos?
    Falei, mas lá tem garçon e o atendimento é rápido, tem ar-condicionado,os banheiros são limpos.
    Desviaram a conversa para outro assunto.
    Agora a FPbol.
    O presidente, no começo do campeonato, passou nas pistas e avisando as equipes e procurando se dirigir ao responsável por ela, avisando que:
    Fumar, fora das pistas e apenas nos intervalos das partidas.
    Bebidas alcoólicas em nenhuma hipótese.
    Bem, ele me avisou, falei com os atletas da minha equipe, avisei para quem fumava e bebia, sabia que iriam cumprir a regra. Mas mudando de pistas, fui jogar em frente ao controle, quando vi pelo menos uns 4 a 5 atletas(não vi nenhum da minha equipe), que estavam jogando naquele horário, fumando alí dentro da área de jogo, estavam no fim da escada, ou nos bancos onde trocam os sapatos, mas estavam jogando, não estavam nos intervalos das partidas, procurei alguém responsável, mas não sei quem é integrante do Regulamento Disciplinar, não via o presidente e o pessoal fumando e nem aí, nem disfarsaram para fumarem escondidos, era na cara dura.
    Foi distribuído a todos os atletas um caderno com todo Regulamento Geral de Regulamento Disciplinar a Acompanhamento de Eventos Paulistas, mas para que isso, se no Disciplinar não foi punido ninguém? Se tinha alguém deste digamos TRIBUNAL, ele nem se posicionou ou estava também fumando.
    João Walter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *