RECORDE NACIONAL NA TAÇA YEX 2019

By
Updated: julho 8, 2019

Foi um ótimo início da 3.ª Taça Yex 2019 de Duplas de Boliche, iniciada no sábado, dia 6 de julho nas pistas do Yex Bowling.

A dupla formada por Celso Azevedo & William Hideki superou o recorde nacional de 6 partidas ao derrubar 2.807 pinos (média individual de 233,91).

William bateu 254 + 257 + 213 + 279 + 235 + 235, totalizando 1.473 pinos (média de 245,50).

Celso bateu 202 + 225 + 245 + 245 + 205 + 212, totalizando 1.334 pinos (média de 222,33).

Esse recorde é extra-oficial porque a Taça Yex é um campeonato estadual , portanto não é homologada nacionalmente pela Confederação Boliche Brasil.

O recorde nacional de 6 partidas de duplas oficialmente é de 2.799 pinos (média individual de 233,25), pertencente a duas duplas masculinas:

> Walter Costa e Juliano Oliveira, conseguido na Taça Brasília de 2000.

> Leão Lourenço e o saudoso Alberto Wolk, igualado no Campeonato Brasileiro de Duplas em 2004.

A TAÇA YEX 2019

O Yex Bowling está localizado no Vale Sul Shopping em São José dos Campos, São Paulo.

Serão quatro rodadas com seis partidas em cada uma, portanto teremos as duas rodadas finais no próximo final de semana.

Os 40 participantes formaram 20 duplas em três divisões de Duplas Mistas, sendo a 1.ª com seis duplas, a 2.ª e a 3.ª com sete duplas.

As categorias individuais são quatro: 1.ª divisão masculina com 11 participantes, 2.ª masculina com 12 atletas, 3.ª masculina com 12 e a Feminina com 5 atletas.

Os resultados completos estão sendo computados pelo sistema GoBowl da Confederação Boliche Brasil.

CLASSIFICAÇÃO APÓS 2 RODADAS

Após as 12 partidas disputadas neste final de semana, a classificação está assim:

DUPLAS MISTAS – 1.ª DIVISÃO
1. Celso Azevedo & William Hideki com 5.511 pinos (459,25 de média)
2. Igor Pizzoli & Nilson Wada, 4800 (400,00)
3. Gilberto Santoro & Celso Barata, 4.563 (380,25)
4. Helinho Neto & João Magnoli, 4.321 (360,08)
5. Neuza Kae & Éder Cruz, 4.238 (353,17)
6. Fabrício Silva & Ney Roque, 4.138 (344,83)
Maior partida: 524 de Celso Azevedo & William Hideki
Maior série: 2.807 de Celso Azevedo & William Hideki

DUPLAS MISTAS – 2.ª DIVISÃO
1. Anderson Valoni & Pedro Henrique com 4.264 pontos (355,33 de média)
2. Wagner Koga & Marco Kudaka, 4.190 (349,17)
3. Igor Garrido & Rogério Pina Jr., 4.171 (347,58)
4. Carlos Thur & Antonio Seiji, 4.090 (340,83)
5. Caio Vila Nova & Clóvis, 4.056 (338,00)
6. Márcio Rossato & José Sayão, 4.050 (337,50)
7. Rosina Freitas & Inês Yamaguti, 3.958 (329,83)
Maior partida: 413 de Carlos Thur & Antonio Seiji
Maior série: 2.216 de Igor Garrido & Rogério Pina Jr.

DUPLAS MISTAS – 3.ª DIVISÃO
1. Joni Arata & Maurício Honda com 4.077 pontos (359.75 de média)
2. Adriano Prado & Rose Cesário, 3.722 (310,17)
3. Fernando da Silva & David Fernando, 3.692 (307,67)
4. Maranhão Yex & Ederval Maia 3.619 (301,58)
5. Fábio André & Gaspar Reis, 3.592 (299,33)
6. Rildo Machado & Helião Rodrigues, 3.403 (283,58)
7. Mary Leite & Diego William, 3.213 (267,75)
Maior partida: 380 de Joni Arata & Maurício Honda
Maior série: 2.048 de Joni Arata & Maurício Honda


A FPBOL (Federação Paulista de Boliche)

A entidade estadual paulista foi fundada em 14 de janeiro de 1986, para administrar o esporte boliche.

O escopo básico desta Federação é difundir e incentivar a prática e o ensino do Boliche no Estado de São Paulo.

A FPBOL tem autoridade legal, também, para cumprir e fazer cumprir todos os atos de poderes ou órgãos de hierarquias superiores.

A FPBOL é filiada ao Boliche Brasil, a Confederação Brasileira de Boliche.

Boliche Brasil foi fundada em 1.° de dezembro de 1993, após o desmembramento da modalidade da Confederação Brasileira de Desportos Terrestres.

Boliche Brasil é reconhecida e vinculada ao COB – Comitê Olímpico Brasileiro,
e também filiada ao:
World Bowling – Confederação Mundial de Boliche,
PABCON – Pan American Bowling Confederation,
CSB – Confederación Sudamericana de Bowling,
CIByB – Confederación Iberoamericana de Bowling y Bolos.

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
× Clique aqui e fale com o editor pelo WhatsApp