REVIRAVOLTA NAS ELEIÇÕES DA FEDERAÇÃO PAULISTA

By
Updated: fevereiro 2, 2018

REVIRAVOLTA NAS ELEIÇÕES DA FEDERAÇÃO PAULISTA DE BOLICHE

Na noite desta quinta-feira, dia 1.º de fevereiro, uma Assembléia Geral Extraordinária mudou os rumos das eleições na FPBOL (Federação Paulista de Boliche).

Até então duas chapas se manifestaram como candidatas à administração do boliche paulista no biênio 2018-2019, conforme detalhes no final dessa matéria.

Em 24 de janeiro, o Clube Friends e o Clube Fenix, apoiadores da Chapa da Oposição, encabeçada por Paulo Martins, protocolaram recurso pedindo a Impugnação da Chapa da Situação.

Tal recurso se baseou no artigo 25 (alínea C) do Estatuto da FPBOL, que diz ser inelegível quem está inadimplente na prestação de contas da Federação.

As contas da FPBOL, relativas ao exercício de 2016, não foram apresentadas oficial e regularmente até a data de hoje.

A RESPOSTA DO CLUBE RIBEIRÃO

No dia 29 de janeiro, o Clube Ribeirão, apoiador da Chapa da Situação, encabeçada por Roseli Santos, presidente da FPBOL (2016-2017), apresentou sua defesa e protocolou a Impugnação da Chapa da Oposição.

No recurso, o Clube Ribeirão alegou que as contas de 2016 não foram apresentadas no prazo devido porque as contas de 2014 e 2015, da gestão anterior, não estavam finalizadas para verificação e aprovação do conselho fiscal.

Também alegou que Marina Suartz, Presidente do Clube Friends, não foi corretamente identificada na apresentação da Chapa de Oposição, pois seu nome de batismo é Alvarina de Paiva Suartz.

Além disso, requereu a exclusão do Clube Fenix de Boliche do processo de Impugnação, alegando que o mesmo não seria membro filiado regularmente da FPBOL.

A ASSEMBLÉIA DE 1.º DE FEVEREIRO

As 21h, em segunda chamada, teve início a Assembléia Geral Extraordinária,nas dependências do Bolix Santo André, para apreciação e votação dos recursos apresentados, e outras providências.

Os seis clubes filiados à FPBOL estavam presentes, a saber:

Clube de Boliche de Ribeirão Preto, representado pelo seu Vice-presidente, Massami Kakitsuka;

Associação Friends Bowling Club, representada pela sua Presidente, Marina Suartz;

Tiger Boliche Clube, representado pelo seu Presidente, Orley Yamaguti;

Esporte Clube Pinheiros, representado pelo seu Assessor da Divisão Boliche, Fábio Reinbold;

Clube Yex de Boliche, representado pelo seu Procurador Igor Ricardo Garrido;

Clube Fenix de Boliche, representado pelo seu Presidente, Sung Kae.

Antes da abertura dos trabalhos da AGE, a advogada dos Clubes Pinheiros e Friends, a Dra. Sandra Suzana Donario de Azevedo, pediu a palavra.

Ela informou que o mandato da Presidente Roseli Santos havia terminado em 31 de dezembro de 2017.

Dessa forma, legalmente, a ex-presidente não pôde presidir, votar, julgar ou praticar qualquer ato em nome da FPBOL, igualmente sua Diretoria e Conselho Fiscal.

Foi sugerida a abertura de uma Assembléia Geral Ordinária para a prestação de contas de 2016.

Porém, pela ausência do Diretor Financeiro, Sr. Joni Arata, e como só havia um conselheiro Titular presente, o Sr. Carlos Thur, a proposta não foi instaurada.

Abertos os trabalhos, foi solicitada a apreciação da situação do Clube Fênix perante à FPBOL, uma vez que o mesmo mudou o nome do antigo Clube Campineiro.

Sung Kae, presidente atual do Clube Fênix, provou com farta documentação que se trata apenas de mudança de nome do Clube Campineiro, o que foi aceito por todos os presentes.

O JULGAMENTO DAS IMPUGNAÇÕES

A chapa da situação, encabeçada por Roseli Santos, e sua diretoria foi cancelada por inelegibilidade por falta de prestação de contas de 2016.

A alegação da candidata Roseli Santos, que não prestou contas porque estava na dependência da prestação de contas da gestão anterior, não se sustentou.

A ex-presidente no biênio 2014-2015, Sandra Azevedo, então apresentou pareceres, razão, balancetes e balanços aprovados, definitivamente comprovando a total regularidade das contas na sua gestão.

Os candidatos ao Conselho Fiscal da chapa da situação teve a inscrição cancelada por ter como membro suplente, Sr. Toninho Santos, cônjuge da candidata à Presidência.

Por unanimidade foi rejeitada a impugnação da chapa da oposição, encabeçada por Paulo Martins, sob a alegação que a inscrição foi apresentada por Marina Suartz, quando deveria ser por Alvarina de Paiva Suartz.

Marina Suartz apresentou provas inequívocas da correção de sua assinatura e que a identificação no documento foi um mero erro de grafia, pois trata-se da mesma pessoa.

A eleição será no próximo dia 3 de fevereiro de 2018, sábado, às 11h em primeira convocação ou às 11h30 em segunda convocação.


CHAPA DA OPOSIÇÃO (RATIFICADA)

Apresentada pelo Clube Friends (Associação Friends Bowling Clube).

Presidente: Paulo Martins (Clube Pinheiros)

Vice-Presidente: Igor Pizzoli (Clube Pinheiros)

Diretor Financeiro: Márcio Paschoal (Clube Pinheiros)

CONSELHO FISCAL (TITULARES):

José Magro (Friends Club), Fábio Reinbold (Clube Pinheiros) e Maurício Bertolucci (Fenix Clube).

CONSELHO FISCAL (SUPLENTES):

Carlos Santos (Fenix Clube), Licínio Coelho (Friends Club), Fábio Cunzolo (Fenix Clube).


CHAPA DA SITUAÇÃO (IMPUGNADA)

Apresentada pelo Clube Ribeirão (Clube de Boliche de Ribeirão Preto).

Presidente: Roseli Santos

Vice-Presidente: Gilberto Santoro

Diretor Financeiro: Joni Arata

CONSELHO FISCAL (TITULARES):

Maria DinizDê Luqueti e Carlos Thur.

CONSELHO FISCAL (SUPLENTES):

Anderson NarcisoDaniela Guedes Toninho Santos.


FPBOL – EDITAL DE CONVOCAÇÃO – A.G.O. 03/02/2018

Pelo cumprimento ao Estatuto Social da FPBOL, e dada a inobservância à data-limite para a convocação da Assembleia Geral Ordinária,

faz-se necessária a prorrogação de prazo para tal.

Desta forma, em conformidade com o inciso II, do artigo 22 c/c parágrafo único do artigo 23 do presente Estatuto,

ficam convocados os Clubes filiados com a presença de seus Presidentes ou Representantes Legais devidamente identificados e com procuração,

para participarem da reunião de Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se aos 03 de fevereiro de 2018, às 11h em primeira convocação

ou às 11h30min em segunda convocação, nas dependências do Bolix Grand Plaza,

sediado na Avenida Industrial, 600, Jardim, CEP 09080-500, Santo André/SP.

Nos termos da alínea c do artigo 26 do Estatuto Social da Entidade,

poderão ter direito a voto os Clubes que estejam rigorosamente em dia com suas obrigações junto à FPBOL.

ORDEM DO DIA:

1. Apresentação das Chapas Inscritas;

2. Eleição da Diretoria para o biênio 2018/2019;3. Eleição do Conselho Fiscal e Suplentes para o biênio 2018/2019.

São Paulo, 21 de dezembro de 2017.

FEDERAÇÃO PAULISTA DE BOLICHE

Roseli Costa dos Santos – Presidente


A FPBOL (Federação Paulista de Boliche)

A entidade estadual paulista foi fundada em 14 de janeiro de 1986, para administrar o esporte boliche.

O escopo básico desta Federação é difundir e incentivar a prática e o ensino do Boliche no Estado de São Paulo.

A FPBOL tem autoridade legal, também, para cumprir e fazer cumprir as leis, os estatutos, os regulamentos, e demais atos de poderes ou órgãossuperiores.

A FPBOL é filiada ao Boliche Brasil, a Confederação Brasileira de Boliche,.

A entidade nacional foi fundada em 1.° de dezembro de 1993, após o desmembramento da modalidade da Confederação Brasileira de Desportos Terrestres.

A Boliche Brasil é reconhecida e vinculada ao COB – Comitê Olímpico Brasileiro, e também ao:

World Bowling – Confederação Mundial de Boliche,

PABCON – Pan American Bowling Confederation,

CSB – Confederación Sudamericana de Bowling,

CIByB – Confederación Iberoamericana de Bowling y Bolos.

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE