FALECEU FLÁVIO ALONSO, ATLETA PAULISTA

By
Updated: março 10, 2019

UMA TRISTE PERDA PARA O BOLICHE PAULISTA

Flávio Luís da Silva Alonso, atleta da Federação Paulista de Boliche faleceu inesperadamente na noite deste sábado (22h), 9 de março de 2019.

Por causa de um infarto fulminante, Flávio deixa a esposa Sueli e os filhos Raquel, 32 anos, e Michel, 28 anos.

Alonso nasceu em 3 de outubro de 1956, portanto tinha 62 anos.

Figura presente em quase todos os campeonatos paulistas, além de assíduo praticante era, ademais, um estudioso amador das técnicas do boliche.

Nós o chamávamos simplesmente de Alonso, aliás, uma presença constante nos treinos e nos campeonatos.

Não apenas participava das disputas como comentava cada lance seu e dos companheiros de pista.

As brincadeiras e o apelido de Maluco Beleza não o incomodavam, pois nunca mudou o seu jeito de ser e de jogar boliche.

Ele não participava só por participar, porque conquistou vários títulos em sua carreira no boliche.

Só para ilustrar, recentemente, no final de janeiro deste ano, conquistou uma medalha de Bronze no All Events da 2.ª divisão masculina.

Foi durante a 39.ª Taça São Paulo 2019, realizada no Bolix do Shopping Internacional em Guarulhos onde, aliás, sempre treinava.

Jogando pelo seu Clube, o Tiger, Alonso conquistou a medalha de Ouro, ao chegar em primeiro lugar no Campeonato Paulista de Clubes 2018.

Ele subiu ao lugar mais alto do pódio com Ester Diniz, Carlos Thur e José Sayão, posto que formavam o Terceto Campeão (foto abaixo).

Registramos, enfim, nossos sentimentos aos familiares e amigos.

O velório será na próxima terça-feira, dia 12 de março, a princípio marcado a partir das 8h no Crematório Embu das Artes.

Endereço em seguida:
Rua Muni Stemberg, 41 – Vila Carmem,
Embu das Artes – SP,
Telefone (11) 2532-8498

Flávio Alonso, Ester Diniz, José Sayão (Tiger Clube) e Igor Pizzoli
no Campeonato Paulista de Clubes 2018

SAUDADES ETERNAS

“Um dia a maioria de nós irá se separar.

Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora,
das descobertas que fizemos,
dos sonhos que tivemos,
dos tantos risos e
momentos que compartilhamos… 

Saudades até dos momentos de lágrimas,
da angústia,
das vésperas de finais de semana,
de finais de ano,
enfim… do companheirismo vivido… 

Em breve cada um vai pra seu lado… 

Vamos nos perder no tempo… 

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?

Diremos que eram nossos amigos,
com os quais vivemos os melhores anos de nossas vidas! 

Quando o nosso grupo estiver incompleto,
nos reuniremos para um último adeus de um amigo.

E entre lágrima nos abraçaremos… 

Não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades…

(autor: Almany Falcão, poeta baiano, *01/01/1962 +21/07/2015)

2 Comentários

  1. Bene Villa

    10 de março de 2019 at 16:43

    Sinto muito!!!

  2. Rachel Alonso

    31 de março de 2019 at 16:10

    Olá, sou a filha dele, Rachel Alonso.
    Agradeço imensamente essa homenagem ao meu pai. Esse carinho, essas histórias e essa grande consideração por ele trazem conforto ao meu coração, que tanto dói neste momento.
    Um grande abraço e muito obrigada a todos!

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
× Clique aqui e fale com o editor pelo WhatsApp