CAMPEONATO BAIANO DE DUPLAS 2008

By
Updated: maio 6, 2008

Estava conversando no MSN com o Tuca Maciel e comentei que manter um site de boliche atualizado não é fácil. Ainda mais no Brasil. Ainda mais nas horas vagas. Tenho que ficar garimpando notícias aqui e ali. Vários colaboradores me ajudam nessa tarefa. Porém volta e meia escapa alguma notícia que mereceria um destaque maior.

E aconteceu com os baianos.

Visitando o site da federação baiana encontrei um comentário do Mário Alvarez sobre o Campeonato Baiano de Duplas (escrito em 18.03.08) que deveria ter reproduzido à época: “A dupla campeã foi Tuca Maciel & Fred Parmentier em duelo espetacular com os vices Flavão & Flavinho Alvarez, terminando a fase empatados em número de pontos sendo necessário a utilização do critério de desempate dos pontos conseguidos na fase de classificação. Parabéns a Tuca, saindo com louvor de uma recuperação de uma parada no ano passado e voltando a pontuar entre os primeiros. Extensivos ao Fred, um baiano belga ou vice-versa, que amante e praticante de boliche em outras paragens, deu o ar de sua graça pessoalmente e pôde mostrar toda sua técnica, inclusive abiscoitando o título de melhor jogador individual do torneio (all events) com média de 209 pinos por partida”, comentou Mário.

Conheci o Fred Parmentier, o belga baiano de Bruxelas, através do Orkut, trocando informações sobre o boliche aqui no Brasil. Simpatissímo e apaixonado pelo Brasil, Fred disse que viria ao nosso país. E veio. E mostrou um estilo vencedor.

E continua o Mário, na coluna dele: “O mano Flavão e seu filhão Flavinho, lutaram até o finalzinho e em partida memorável perderam na “fita de chegada” mas com muito brilho também. Mostraram a ótima fase que atravessam. Na 3ª colocação ficou uma dupla que mostrou que o poder de recuperação é uma grande virtude. Após um início irregular, a dupla Carlos Salgado & Billy Drigla chegou para incomodar os dianteiros e fez bonito. (…) Na segunda divisão os experientes Carlos Grande & Guico Oswald não esperavam a dificuldade encontrada e tiveram que “suar” a camisa, dando tudo que podiam para chegarem a título máximo. Aqui quem utilizou o critério de desempate foram as duplas Edílson Lima & Guilherme Martins e Tito Viveiros & Evaldo Júnior que, além da garra e seriedade de todos, teve uma grande atuação técnica de Tito. Mas… não deu… e titio Edílson e Guigua foram mais felizes e levaram o vice-campeonato para casa pela melhor fase de classificação.

Para se ter idéia, assistimos na noite de ontem a uma partida entre duas duplas em que a menor pontuação individual foi de 211 pontos, com um total de 900 pontos no somatório. Isso sim é que é partida de gigantes.

Vejam os resultados completos no nosso site: www.fbbol.com.br

Parabéns baianos! Todos. Da Bahia e do mundo.

Comentário

  1. Fred

    7 de maio de 2008 at 10:52

    Muito obrigado Bira por ter colocado nosso resultado do campeonato Baiano de duplas.

    Foi uma final inesquecível, não só por causa do alto nível dos participantes mas também pelo fato que eu estava machucado na perna esquerda, e mesmo assim, mancando em cada bola, consegui uma partida acima dos 230 e meu parceiro, o Tuca Maciel, me acompanhou com uma partida acima de 220, o que nos garantiu o título!

    Foi uma competição muito legal, cada dupla se superou quando nos enfrentou e tudo aconteceu num ambiente super agradável. Consegui juntar-me a essa galera super divertida, que está sempre com vontade de crescer no jogo e aumentar seu nível.

    E além de um parceiro, ganhei um grande amigo: Tuca, você é o cara! Saudade imensa!

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
× Clique aqui e fale com o editor pelo WhatsApp