BOLICHE JÁ TEM MEDALHA NO PAN LIMA 2019

By
Updated: julho 30, 2019

O brasileiro Marcelo Suartz acaba de garantir uma medalha no Pan Lima 2019, nas semifinais disputadas na manhã e tarde desta terça-feira.

Foi no encerramento do Round-Robin, onde todos os oito finalistas jogam contra todos. Marcelo ficou na vice-liderança.

Vale registrar que é uma pena poucos acompanharem essas semifinais por aplicativos privados.

O ideal seria pela TV ou alguma plataforma de streamer, porque então o público saberia o quão difícil é conseguir uma medalha num campeonato de boliche.

A disputa é a cada bola jogada, frame a frame, linha a linha… uma agonia.

No caso de classificação por série de partidas, como foi essa do Pan, composta por oito desafios entre os classificados, nos quais superar o adversário em um embate não é o suficiente para garantir a próxima fase.

Uma partida ruim pode significar a perda da batalha na qual esteve na liderança o tempo todo.

Nessa categoria individual os competidores tiveram que jogar doze partidas para definir as finalistas. Foram quase dez horas de competição intensa.

Será a terceira medalha de Marcelo, que conquistou o único Ouro do boliche no Pan (Toronto, 2015) e o Bronze (Guadalajara, 2011).

No boliche brasileiro será a quarta medalha em Jogos Pan-Americanos, pois a primeira delas foi a Prata no Pan Rio 2007, com a dupla Rodrigo Hermes & Fábio Rezende.

É a quarta edição seguida dos Jogos Pan Americanos que o Boliche consegue trazer medalha para o Brasil (2007, 2011, 2015 e 2019).

As finais serão hoje as 17h (horário no Peru) – 19h (horário no Brasil):
Jogo 1 entre Jakob Butturff (Estados Unidos) e Nicholas Pate (Estados Unidos)
Jogo 2 entre Jean Perez (Porto Rico) e Marcelo Suartz (Brasil)

Será apenas uma partida, quem ganhar vai disputar o Ouro e a Prata e quem perder ficará com o Bronze.

No vídeo abaixo veja o depoimento emocionado e sem censura do Marcelo, logo após se classificar para as finais.

O Pan

A 18.ª edição dos Jogos Pan-Americanos começou oficialmente na sexta-feira, 26 de julho, e vai até o dia 11 de agosto.

As disputas do Boliche serão de 24 a 30 de julho.

A sede dos Jogos Pan-Americanos de 2019 é Lima, capital do Peru, que recebe a competição pela primeira vez.

Esse grande evento esportivo é realizado desde 1951 e reúne todos os países das Américas.

Em 2019, 6.680 atletas de 41 países disputam 61 modalidades esportivas, 22 delas classificatórias para a Olimpíada de Tóquio, no ano que vem.

A participação masculina brasileira no boliche do Pan Lima 2019 contou com os dois melhores jogadores da atualidade: Marcelo Suartz, medalha de Ouro no Pan 2015 e Bruno Costa, atual campeão nacional.

O Pan Lima na modalidade Boliche teve duas fases com distribuição de medalhas: Duplas e Individual.

Marcelo Suartz, o Ouro no Pan 2015

O paulistano Marcelo Suartz, nasceu no dia 24 de setembro em 1987, é destro e tem 1,74m de altura.

Atualmente está filiado à Federação do Rio de Janeiro, onde joga pelo Clube Vasco da Gama.

(foto acima, por Rudy Trindade) Marcelo Suartz no approach, prestes a sacar.

Dentre suas principais conquistas, destaca-se a Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos que conquistou de 2015.

(foto acima, do arquivo pessoal) Marcelo Suartz comemorando o primeiro Ouro do Boliche no Pan Toronto 2015
(foto do arquivo pessoal) Marcelo e sua primeira medalha pan-americana:
Bronze no Pan Guadalajara 2011

É o único brasileiro com duas partidas perfeitas nos Estados Unidos homologadas pelo USBC (United States Bowling Congress), a entidade máxima do boliche norte-americano, em 2007 e 2017.

Chama-se Partida Perfeita quando um jogador consegue fazer uma linha completa com 12 strikes. atingindo o máximo possível de pontos numa só partida, ou seja 300 pontos.

No registro brasileiro de partidas perfeitas Marcelo tem mais dois 300 homologados, em 2016 (na Eliminatórias Brasileiras) e 2012 (no Ibero-Americano).

Clique aqui e confira os Recordes Brasileiros homologados.

Marcelo também foi Campeão Interamericano PABCON 2012 e
Campeão dos Jogos Sul-Americanos ODESUR 2014.

Conseguiu se classificar em três edições da Copa Mundial QubicaAMF, conquistando a melhor posição de um brasileiro por duas vezes.

No ano passado, na 54.ª edição da Copa Mundial, realizada em Las Vegas, nos Estados Unidos, foi o 7.º lugar com 214,57 de média.

Em 2010 na 46.ª edição da Copa Mundial, realizada em Toulon, na França, foi o 40.º com 197,10 de média.

Na sua primeira participação em Copa Mundial QubicaAMF, em 2007 na 43.ª edição realizada em São Petersburgo, na Rússia, foi o 7.º colocado com 217,68 de média, a melhor classificação e média do Brasil até hoje.

Também foi o 5.º lugar no Campeonato Mundial Individual da WTBA (World Ten Pin Bowling Association) em 2016.

Fez faculdade nos Estados Unidos, onde conquistou o Campeonato Americano Universitário em 2012, pela Webber University.

Foi eleito o melhor jogador universitário norte-americano em 2011.

É tricampeão Brasileiro Individual Adulto, em 2017, 2016 e 2014, e igualmente tricampeão Brasileiro Individual Juvenil.

Marcelo foi Medalha de Prata no PABCON Inter-Americano 2018, em dupla com Bruno Costa.

MILCO, O MASCOTE DO PAN 2019

Milco (diminutivo de “cuchimilco”) é uma estátua que representa as antigas civilizações que viveram na costa central do Peru.

Essas conhecidas estatuetas peruanas, inspiradas na forma humana, estão sempre com os braços abertos, em sinal de boas-vindas aos visitantes.

As estátuas de argila (terracota) eram uma tradição da civilização Chancay, que viveu na região de Lima nos 1200 e 1470, antes dos incas. 

Criado pela ilustradora e desenhista peruana Andrea Medrano, o mascote foi escolhido há dois anos, por voto popular.

O Pan-Americano teve um mascote pela primeira vez há 40 anos, em 1979, quando os jogos foram realizados em Porto Rico.

Programação do Boliche no Pan Lima 2019

*Horário local na tabela abaixo, some +2 horas para o horário de Brasília

Logo dos Jogos Pan-Americanos 2019, com marca d´água da modalidade boliche.

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
× Clique aqui e fale com o editor pelo WhatsApp