O DIA DE PBA DE UM CAMPEÃO BRASILEIRO DE BOLICHE

By
Updated: outubro 27, 2017

O que é a PBA?

Pra saber a importância de um “Dia de PBA” de um campeão de boliche, antes vamos conhecer a PBA.

A Professional Bowlers Association (PBA) foi fundada em 1958 pelo norte-americano Eddie Elias.

É a principal associação de jogadores profissionais de boliche no mundo, com mais de 4.000 membros de vários países.

A PBA está sediada em Chicago, Illinois, nos Estados Unidos.

A maioria dos melhores jogadores de boliche de qualquer parte do mundo deseja ser membro da PBA.

Os destaques das recentes temporadas da PBA, entre outras estrelas do boliche mundial, são:

> o australiano Jason Belmonte,
> o recordista com mais de 100 títulos PBA, Walter Ray Williams Júnior,
> o Campeão Mundial Chris Barnes,
> o marrento super campeão Pete Weber.

O “Dia de PBA” de um campeão brasileiro

Em junho de 1997, nas pistas do extinto Sanpa´s Bowling (1995-2005), aconteceu um modesto Torneio Individual de Boliche.

O evento foi promovido pelo também extinto Alphaville Boliche Clube.

Nessa época a principal instituição internacional do boliche era a FIQ (Fédération Internationale de Quilleurs).

Em 22 de junho de 2015 a FIQ se uniu à WTBA (World Tenpin Bowling Association) e surgiu a Bowling World, sob a presidência de Kevin Dornberger.

A FPB, comumente chamada FPBol (Federação Paulista de Boliche), é filiada à antiga CBBOL (Confederação Brasileira de Boliche, hoje sob nova denominação: Boliche Brasil).

Dentre os vários participantes desse torneio paulista, um deles teve um “Dia de PBA”, e foi Sussumu Okasaki, Campeão Brasileiro Individual em 1990.

Sussumu, nesse dia, estava imbatível e derrubava pinos como nunca antes.

Ele conseguiu realizar uma série espetacular na rodada de cinco partidas, fazendo 270, 257, 268, 257 e 300.

Uma partida de 300 pontos é chamada de perfeita porque é a pontuação máxima que se consegue numa partida de boliche, após 12 strikes consecutivos.

O velho campeão fechou a série com 1.352 pontos e a excepcional média de 270,40, digna de um bowler profissional da PBA.

Curiosamente, apesar de ser uma pessoa tímida e de poucas palavras, Sussumu foi convidado e aceitou participar de um comercial de televisão do Banco HSBC

A etapa final da carreira de um campeão

No final do ano 2000, três anos depois do “Dia de PBA” de um campeão, Sussumu sentiu-se mal e teve que ser internado no Incor, Instituto do Coração em São Paulo, onde implantou quatro pontes de safena.

Ele teve uma boa recuperação mas, após essa operação, teve que abandonar as pistas de boliche.

Nessa quarta-feira passada, dia 25 de outubro, Sussumu faleceu aos 79 anos de idade.

Ele foi casado com a Yuri, falecida em 23 de fevereiro de 2016. Ambos foram filiados à Federação Paulista de Boliche.

Descanse em paz, velho campeão brasileiro, que foi um grande PBA invencível por um dia.

Deixe uma resposta