CONFRA NIKKEI 2018 – QUINZE MEDALHAS PARA O BRASIL

By
Updated: Fevereiro 12, 2018

Confra Nikkei 2018 (e-d) Gláucio Yoki, William Kanegae, Tereza Belmonte, Inês Yamaguti, Nilson Wada e Toshimitsu Teruya. 

TRÊS OUROS PARA O BRASIL NA CONFRA NIKKEI 2018

A equipe brasileira do Boliche teve uma participação vitoriosa na 23.ª edição da Confra Nikkei 2018, realizada em Santiago, no Chile, neste mês de fevereiro.

Foram 15 medalhas para o Brasil, no total, 3 de OURO, 8 de PRATA, 2 de BRONZE e mais 2 especiais (maior game e maior série).

Os convocados deste ano foram: Inês Yamaguti, Tereza Belmonte, Nilson Wada, William Kanegae, Toshimitsu Teruya e Gláucio Yogi.

A XVIII edição da Confra Nikkei 2018 aconteceu em São Paulo, durante o Centenário da Imigração Japonesa no Brasil“. Clique aqui e veja como foi.

AS CATEGORIAS PREMIADAS

Na Fase Individual Feminina, Inês Yamaguti foi PRATA e Tereza Belmonte foi BRONZE.

Na Fase Duplas Femininas, Inês e Tereza voltaram a subir no pódio para receber a medalha de BRONZE.

Na Fase Duplas Mistas, Inês e Tereza retornaram ao pódio para receber outra medalha de BRONZE.

No All Events Feminino, Inês trouxe mais uma PRATA para o Brasil.

Na Fase Individual Masculina veio o primeiro OURO com Gláucio Yogi, e também o BRONZE de William Kanegae.

Na Fase Duplas Masculinas, a dupla Gláucio & William conquistaram o segundo OURO para o Brasil.

Na Fase Tercetos Masculinos, a dupla Gláucio & William repetiram o melhor desempenho e ficaram com a terceira medalha de OURO.

Na Fase Quartetos Masculinos, Gláucio e William, na companhia de Nilson Wada e Toshimitsu Teruya receberam a medalha de PRATA.

No All Events Masculino, Glaúcio conquistou outra PRATA para o Brasil.

Tereza Belmonte conquistou uma Medalha de Maior Game (214) e Nilson Wada outra Medalha de Maior Série (869).

O Brasil conquistou mais duas PRATAS na categoria All Events Países, uma com a dupla feminina, e outra com o quarteto masculino.

Clique no Logo Confra Nikkei 2018 abaixo e veja o álbum da Cerimônia de Premiação:

(e-d) Toshimitsu Teruya, William Kanegae, Nilson Wada e Gláucio Yokio

Os resultados completos estão em arquivos .PDF nos links abaixo:

FEMININO: INDIVIDUALDUPLASDUPLAS MISTASALL EVENTS
MASCULINO: INDIVIDUALDUPLASTERCETOSQUARTETOSALL EVENTS
PAÍSES: MAIOR GAME, MAIOR SÉRIE, ALL EVENTS PAÍSES

A HISTÓRIA DA CONFRA NIKKEI

A Confra Nikkei 2018 (XXIII Confraternidade Desportiva Internacional – Versão Nikkei) é um encontro esportivo que teve sua primeira edição oficial em 1968.

Atualmente, a Confra Nikkei é considerada os Jogos Pan-americanos Nikkeis.

É notório o forte espírito comunitário do povo japonês, uma cultura milenar que sempre privilegiou o aspecto social da comunidade, antes mesmo do individual.

Esse senso de integração comunitária foi difundido mundialmente junto com as imigrações japonesas.

Os nipônicos sempre incentivaram a criação de clubes para organizar e promover seus eventos, encontros, festas, atividades esportivas e de lazer, sempre em nome da união.

Ao invés de representar segregacionismo, por serem eventos internacionais voltados para a comunidade Nikkei, essa visão comunitária, diante da atual onda de globalização, na realidade tem efeito positivo.

Comprova-se, na prática, que a Confra Nikkei tem incentivado a união de todos na organização e execução das atividades em torno de um objetivo comum, o engajamento.

EDIÇÕES ANTERIORES (SEDE, ANO, PARTICIPANTES):

I São Paulo, Brasil (1968): Argentina, Brasil e Peru.
II Lima, Peru (1969) “70.º Aniversário da Imigração Japonesa ao Peru”: Argentina, Brasil e Peru.
III Buenos Aires, Argentina (1970): Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Peru.
IV São Paulo, Brasil (1971): Argentina, Brasil, Paraguai e Peru.
V Lima, Peru (1973): Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Peru.
VI Buenos Aires, Argentina (1975): Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Peru.
VII São Paulo, Brasil (1977): Argentina, Brasil e Peru.
VIII Lima, Peru (1978): Argentina, Bolívia, Brasil, México, Paraguai e Peru.
IX Buenos Aires, Argentina (1981): Argentina, Brasil, México e Peru.
X São Paulo, Brasil (1984): Argentina, Brasil, México, Peru e Uruguai.
XI Cidade do México, México (1986): Argentina, Brasil, Estados Unidos, México e Peru.
XII Lima, Peru (1989) “90.º Aniversário da Imigração Japonesa no Peru”:
Argentina, Brasil, Chile, México, Paraguai e Peru.
XIII Mar de Plata, Argentina (1992): Argentina, Brasil, Chile, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru e Uruguai.
XIV Lima, Peru (1995): Argentina, Brasil, Chile, Estados Unidos, México, Peru e Uruguai.
XV São Paulo, Brasil (1998): Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Estados Unidos, México, Paraguai e Uruguai.
XVI Lima, Peru (2003): Argentina, Brasil, Estados Unidos, México, Paraguai e Peru.
XVII Cancún, México (2006): Argentina, Brasil, México e Peru.
XVIII São Paulo, Brasil (2008) “Centenário da Imigração Japonesa no Brasil“:
Argentina, Bolívia, Brasil, México, Paraguai e Peru.
XIX Asunción, Paraguai (2011): Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, México, Paraguai, Peru e Uruguai.
XX Lima, Peru (2013): Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.
XXI Santa Cruz de la Sierra, Bolívia (2014): Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Estados Unidos, Peru, República Dominicana e México.
XXII Cidade do México, México (2016): Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru e República Dominicana

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE